[eBook]

Destituição do Incorporador

pela assembleia de adquirentes

O sonho do imóvel próprio pode se tornar um pesadelo ou um grande baque quando o incorporador deixa de cumprir os acordos estabelecidos no ato de compra e registrados em contrato.


Na maioria das vezes, o melhor a se fazer é destituir o incorporador e retomar a obra, para que as unidades autônomas do empreendimento sejam entregues aos adquirentes, se assim a maioria decidir em assembleia.



Veja como esse processo funciona neste [eBook]

A Topal Advocacia é um escritório especializado no mercado imobiliário, com destaque em retomada, recuperação e regularização de empreendimentos no setor da construção civil.


Nossa equipe multidisciplinar é formada por peritos, engenheiros, contadores, administradores e advogados especializados na Advocacia cível especialmente na área imobiliária, consumerista, trabalhista e tributária voltada para solução e viabilização de negócios imobiliários.

Faça o download grátis aqui!

Conheça seus Direitos!

Se o incorporador não atender à notificação da justiça, ele poderá ser destituído por decisão da Comissão de Representantes.

Após a destituição, os próprios adquirentes decidem o que acontece com as obras.

Mesmo com a destituição do incorporador, o adquirente tem direito a obter indenização pelo atraso ou por vícios de construção.

Todos os direitos reservados. © 2018 Topal Advocacia